sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

E quando sentir deixa de ser importante...




E quando perceber que sentir, deixa de ser importante. Não fará mais sentido a convivência.

E se... Houver luz... 

A chama do querer dos embaraços - nestes corpos estranhos - começará de alguém com amor maior ou de quem estiver maduro ou mais aceito de si e da vida que leva.


E quem sabe... Tem que ser desse jeito... Do jeito que se constrói uma vida. Nunca desistir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário