quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

O tempo não pode nos matar

Eu o feri? Eu não sei. Quero ver o que circula mais dentro dele, se é verdade ou mentira. Talvez o tempo nos mate sem essa liberdade que precisamos, o que me resta é uma porção de coisas a serem feitas até não poder mais fazer tanto com esforço. 

Sou imortal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário