terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Vem pra cá

Catei do face
Você  é estranho, mas não tem nada de errado. É assim mesmo, pare de perguntar o por quê? Pára de se diminuir. Apareça sujo, descalços, sem dinheiro, sem pretensão.

Me deixa descobrir mais sobre você, recalcar todas as suas verdades em mim e escondê-las pra ter aquele descanso. Eu não quero espetáculos, não precisa brilhar. Qualquer momento com você será um grande momento.

Eu é que sou boba. 

Então, pára de fazer charme. Vem pra cá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário