terça-feira, 11 de setembro de 2012

Meus dias e os seus



Fiquei com medo de você começar a duvidar de mim, de novo. Por tantas vezes precisei inovar cansavelmente pra te dizer o quanto que você significa pra mim. Isso desgasta até eu que tenho sempre um pouquinho pra ser mordido, arrancado, esmagado, distribuído. Espaireça um pouco. Participe da minha vida um pouco mais, estarei sempre pronta pra mergulhar em seus interesses. Pra conhecer tudo que quer mostrar pra mim. Estou disposta a ficar perto, quieta, olhando você. Eu sei que está acostumado com meus gritos, com meus abraços infinitos, minha agonia de ser tudo, de ser dona do mundo. Se tudo mudou fique certo que nós também, mas o amor que existe, nos fará sempre estar no mesmo lugar - tímidos e impossíveis - juntos até Deus quiser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário