sexta-feira, 22 de junho de 2012

Fixação





Pedro me deixa nervosa e flutuando. Ele diz que me quer dentro dos meus olhos e quando diz estas coisas, ofegante, isso causa um reboliço aqui dentro como um nevoeiro quase que tocável. Ele é tão lindo quando menti pra mim pra não me ver chateada com ele, quando precisa trabalhar e trabalhar... tão lindo quando fingi que me entendi  mesmo surpreso com tanta informação minha sem nexo. Ele é tão demais, que eu me arrepio só em pensar... Ele é uma bomba, toda vez que nos aproximamos não sabemos o que fazer. Ele é tão meu que não sei se eu pertenço a ele mais do que eu mesma.  

Meu coração palpita mais forte a sensibilidade e percepção ficam aguçadas, minha capacidade de pensar diminui, meus atos são inconscientes. Acho que é nesse momento que eu não me pertenço. Quando mergulho naqueles olhos coloridos, eu não volto - tão inebriantes.


Uma boa paixão, pra ensaiar o amor. Uma boa paixão...


4 comentários:

  1. Alguém ta com ciúmes. rsrs... Pedro, Roberto, Daniel, o motorista, o pintor, o carinha que faz frete de carroça! O bêbado crente! Um gay que treina comigo, meu professor, o primo, meus Raimundos... Mocinho sempre escreverei para uma figura masculina, porque sempre foi assim e sempre vai ser. Amo romance e não largarei isso nem casada - e ta perto. E meus textos são vivos sim, porque eu me lanço, sem medo de ignorantes que vão me rotular. E Pedro é uma ficção, seu comentário me deixou feliz, porque eu convenci um mortal dominado de sentimentos bons para comigo. Obg e volte sempre.

    ResponderExcluir
  2. vc ta certa,,,,,,vc n~~~imagina mas existe um platonico q ver ,,,,existe mais coisa ai nesse coraçao ,,,,,ta cheio de raiva ,,,de decepçao ...mas encontra paz nas palvras,,,,adoro isso....

    ResponderExcluir
  3. um bêbado Crente? kkkk olha olha tou lendo msm depois te digo a minha critica... rs

    ResponderExcluir