quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Abalando as estruturas





Você sustenta palavras de seus pais, do seu herói imaginário, da sua terceira pessoa, que verdade você escolheu pra defender? O que seu comportamento diz? 

Qualquer palavra se aplica aqui, qualquer gesto pode fugi de qualquer princípio já existente.

Afetaram seu calor vital... espera, que eu tenho soluções.

Assim como nas contas, as pessoas podem aparecer como "prioridades". Veja as que você não conseguiria ficar sem elas, retire as insignificantes, compare com as demais outras - as que devem ficar por perto, as que devem ficar distante, mas à vista - e divida pelo seu amor-próprio. 

Percebeu!? Matemática é complicada mas não tem erro. Mas tem que ter sangue no olho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário