quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Ousadia é o que te falta?

tirada do Chongas



Cada um e a cada dia, cada vida partindo, cada sucesso e desilusões, se há valor e graça de estar vivo: tudo é sublime e mais que de mais são as transformações, as mudanças físicas, a solidificação do caráter assim como a sensatez e particularidade de algumas escolhas.

Cada tempo um outro abraço, uma nova primavera, uma vida. Muitos morrem e renascem famintos e sedentos de suas novas vontades. Não é necessário existir concepções ou intuições, apenas meios, que satisfaçam essa nova necessidade - instintos ou qualquer outra coisa cheia de estímulos.

O que eu digo e nem revelo: é que não existe tempo que apague grandes acontecimentos. E não importa quais metas foram às de quem impôs, estará sempre guardado no peito um novo tempo, a ousadia necessária para ser feliz.

Quem se faz existir é você mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário