sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Eterno namorado



Aparentemente frágil, não descartável, necessário, preferido, aliás, único.
Parece que me embriaga com teu cheiro particular, alimenta minha malemolência refletida nos sussurros em teus ouvidos que é quando arranco boas risadas e você me abraça como se não estivessem mais ninguém na pracinha, até mesmo em casa, ou em qualquer lugar é do mesmo jeito, com o mesmo teor alcoólico, aumentando minha dependência.

Rouba meus suspiros; meu desejo, minha vida.

Não preciso de muito pra afirmar o amor que já existe. Meu coração acelera quando te vejo como se fosse mais alguns momentos antes da partida. E a Deus, em noites e memórias dos dias, peço que nos guarde, não quero minha vida longe de você. Minha fonte de energia; e essa tua plenitude me completa, não preciso de estepe, fugas para contemplar outros ares, não, não. A vida faz sentido com minhas repetições planejadas: Sim e sim. Sim você é aquele que sempre procurei.

É lindo: as covinhas, o brilho do olhar, a leveza das mãos, maciez de tudo que transformas. Aparentemente frágil, não descartável, necessário, preferido, aliás, único. Sua personalidade aflora cada vez mais quando te percebo, esse caráter de "Homem da minha vida" me acompanha no cotidiano e esse sentimento só aumenta como também a admiração.

Eu te sinto aqui dentro, faz meu coração palpitar doído morrendo de saudade, como se ontem fossem duas semanas. Semanas que virão com novas descobertas, novas sensações-de-peito-aberto, animações e canto novo. Você pode vir, com toda a tempestade ou tufões, eu não tenho medo. Terá que aprender a encarar meus furacões, que começam a qualquer momento e oscilam da forma que querem. Ah! Você já faz isso muito bem.

Fico fora de mim, quando vejo o teu passado ainda vivo, nas tuas conversas e em algumas fotos, sei que são fragmentos de sua vida, pessoas que passaram e o moldaram pra mim. São suas lembranças, detalhes que eu não gosto. Mas, não afetam meu amor, o meu querer de estar sempre ao teu lado é intacto, mas, não barra o medo de perder você.

Helder, você é meu presente de Deus e duvido mesmo, que nossa festa termine. Corresponde todas as minhas expectativas e ilusões, me neutraliza quando necessário, me conforta e está sempre por perto, meu amor por você tem vida própria e amar esse amor que tenho por você é consideravelmente amor. Eu não me canso de dizer que é amor, amor, amor. Amor.

Eu te amo. Eu te amo pra sempre.





Nenhum comentário:

Postar um comentário