terça-feira, 22 de março de 2011

O lugar em que estamos





Minhas satisfações e desavenças. Meus princípios e meu pessoal. O meu viver, o meu escrever, minha extensa insatisfação de política e intolerância do mundo não é DA CONTA DE NINGUÉM.

Minha simpatia termina quando não há mais meios de evitar bombardeios. Sou muito humana ao que me conduz nos meus dias, que são coisas bíblicas e atos simples de sentimentos; priorizando assim o conhecimento pleno e o respeito dos começos dos outros e declínios inevitáveis do 'saber' de todos nós.

Eu gosto de falar do amor, eu gosto de falar dos meus desastres porque assim organizo-me para o melhor. Ficar encarando a vida brincando de fazer escolhas é afetar não só a sua vida mas a dos outros. Estamos ligados, mesmo de umbingo fechado e juízo de doido.

Apenas faça decisões torne a sua vida e a vida de quem segue você mais fácil. Tenha opinião e cresça! Mude se preciso for. Mas não deixe mais ficar do jeito que estar.

Assim cada um parti pro melhor que bem entender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário