sábado, 5 de março de 2011

Minha pequena

No sítio. Uma coisa que não é todo dia é acordar cedo.
         
                                 Saudades da minha irmã.

        Cheia de arrependimentos...

                    Se eu tivesse sido mais compassiva, teria feito o melhor possível por ela.

        Chorei.

            E não sei como dizer exatamente tudo.


                     A terrível inibição que me bloqueia me mata.


     Ainda bem que estamos vivas e até o fim inseparáveis pelos laços que nos unem.


  Talita, minha pequena Talita.

2 comentários: