sábado, 27 de novembro de 2010

O que me faz parecer uma mentira?

Apenas observe



No meu universo, cheios cadeados e portas fechadas, camuflados com salas e quartos, numa casa sem suspeitos: Você está lá.

E eu quero te arrancar desse lugar. Para uma realidade ou para os esquecimento. 

Não estou mais no controle. E a vida me dá razões e situações, que te põe nesse lugar ao qual não aguento mais sua existência. 

Meus olhos abertos, são diferentes quando fecham, acordados mais ainda. E assim eu durmo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário