quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Sem título

Essa era a imagem do blog gente, ao qual hoje me define.
Não é que eu tenha desistido, não que é que tenha fugido. Não partir por medo de derrotas. É porque sei que devo estar em silêncio. Não foi questão de querer ou de desparecer. Simplesmente parei. Vivendo uma vida simples, curtindo os instantes, que são poucos, estou falando dos melhores, desses que a gente se arrepende por não ter dado valor. 

Não quero voltar. Quero mais. Estou com o mesmo gás. Apenas com mais raciocínio, mais calma, mais ou menos isso ou menos que sou. Paixões que se foram, que vêm, que estão... Não tenho argumentos, parece distante. O que eu consigo dizer, é que estou no meu momento. Em um dos meus melhores momentos, porque estou aprendendo.

Não estou falando de relacionamento, mas sim, do que eu acho certo sobre sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário