sábado, 19 de junho de 2010

Elasticidade 100!

Prontamente para os que sabem viver! Entendimentos de mãos suadas, que sabem onde vão.

Realmente sem atividades, estou mais gorda.

Minha flacidez deixou de ser um charme, pra o nojo de quem me olha: "Não quero ser assim!"

Os dias curtos estão com hora marcada não me esperam pra jantar, termino no chocolate, que nem sabor sinto, estamos nos estranhando. Estou precisando de exercícios, um alongamento melhor do que fazia.

Elasticidade 100! Gordurinha 0!

As noites calmas estão me assustando, cada vez que lembro, dá vontade de correr. Extrapolar resolvendo minha praticidade de menina, mulher, nem sei; ares decisivos.

Sem definições, pois todas as letras estão loucas, fugiram.

Cansei dessa marquinha, dessa roupa que ficou apertada.

Revoltada!

Sai preguiça, desanimo e tudo que é de atraso!

Sapatos, sapatos e sapatos. Mais tênis, roupas coladas. Maquiagem.

O amanhã não é para sempre, a gente acha que vai viver pra sempre. Devo está pronta pro que vier.

Vivíssima!

Os "10 minutos" rebelados estão furiosos, porque sabem que não foram bem gastados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário